O barreleye (Macropinna microstona) é um dos peixes mais intrigantes da natureza aquática.

Tendo apenas 6 centímetros de comprimento, e a cabeça transparente cheia de fluido, este peixe possui órgãos olfativos, semelhantes às narinas, em uma região acima da boca, local onde se supunha que fossem os olhos do animal.

Seus órgãos visuais ficam em um local muito incomum também: dotados de lentes verdes eles se encontram quase no meio da cabeça. Seus olhos são extremamente sensíveis e captam qualquer fluxo de luz disponível. Assim, o peixe é capaz detectar objetos e animais que outros peixes não conseguem, tornando-se um temido predador.

Espécie rara de ser encontrada, por viver nas profundezas escuras dos oceanos, os cientistas só tinham acesso a ele, quando estavam mortos e haviam sido trazidos à tona em redes de pesca. Em 1939 o peixe foi descrito pela primeira vez. No entanto, apenas há alguns anos os cientistas do Monterey Bay Aquarium Research Institute, na Califórnia, conseguiram filmar a espécie, o que permitiu aos pesquisadores entender o mistério dos olhos.

Acreditava-se que esse órgão era tubular, possibilitando apenas a visão vertical para cima. Na verdade, esses olhos são capazes de girar dentro da cabeça, permitindo ao barreleye olhar também para frente.

Conhecido pelo nome de peixe fantasma ou peixe de cabeça transparente, vive entre 400 a 2.500 metros de profundidade nas águas tropicais e temperadas do Pacífico e também do Atlântico.

Veja o vídeo abaixo:

[Jornal Ciência, Youtube]