Plano que ilustra um vulcão

Descobriram o maior vulcão da Terra no fundo do Oceano Pacífico

Geofísicos norte-americanos descobriram no fundo do Oceano Pacífico o Tamu, um grande vulcão comparável em tamanho ao Monte Olimpo, em Marte, o maior vulcão do sistema solar.

William Sager, da Texas A & M University, EUA, e seus colegas investigaram o fundo da parte noroeste do Oceano Pacífico, perto da elevação de Shatsky, e descobriram que seu ponto mais alto, o Tamu (nomeado assim pela sigla da Universidade do Texas), é na verdade uma única estrutura vulcânica, relata um artigo publicado no site da revista Nature Geoscience. A base do maior vulcão  da Terra tem um diâmetro de 625 quilômetros, 25 quilômetros a mais do que o diâmetro da base do Monte Olimpo, embora os 4.000 metros de altura do Tamu não possam competir com os 22.000 metros do gigante marciano.

“Os dados geofísicos do Tamu mostram que vulcões gigantes que foram encontrados em outros planetas do sistema solar têm ‘parentes’ na Terra. A variedade terrestre desse tipo de vulcão é pouco conhecida, já que esses monstros estão localizados no melhor lugar que existe para se esconder: o fundo do oceano “, explica Sager.

O Tamu não entrou em erupção nos últimos 140 milhões de anos, mas sua existência permite aos geofísicos imaginar quanto magma pode se acumular sob a crosta terrestre e ser expelido para a superfície.

Os resultados da perfuração do fundo do mar mostraram que a área contém depósitos de lava, mas antes os cientistas acreditavam que na região haviam vários vulcões cujos fluxos de lava convergiam, como acontece com os vulcões do Havaí e da Islândia.

No entanto, uma ressonância sísmica realizada pela equipe de Sager permitiu descobrir que todos os fluxos de lava emanavam do mesmo lugar. Este fato sugeriu a existência de uma única “chaminé” central, o que significa que os geofísicos estavam enfrentando um único vulcão.

O gigante Tamu está localizado a cerca de 1.500 quilômetros a leste do  Japão, no limite de três placas tectônicas.

Este “novo” vulcão gigante pertence aos chamados “vulcões em escudo”, um tipo de vulcão cuja formação se deve à acumulação de camadas sucessivas de capas basálticas fluidas, de modo que, apesar do grande tamanho adquirido ao longo do tempo, suas erupções ocorrem com baixa frequência.

 

Autor: João Santos

Autor convidado para postar conteúdos no site Seu Curioso.

Veja mais

dinossauros

Dinossauros: 5 teorias sobre sua extinção

Os dinossauros , por mais que estejam extintos, geram um fascínio não só entre os paleontólogos, mas …

mulher segurando copo de urina

Usos estranhos da urina ao longo da história

Se há algo que todos nós fazemos é urinar várias vezes ao dia. Aquele líquido amarelado …