Homem com estresse no computador
thia0003316

8 descobertas sobre o estresse que você deveria conhecer

Viver permanentemente estressado, correndo de um lugar para outro, angustiado para que chegue o fim do mês, trabalhando incansavelmente ou enfrentando problemas familiares e conjugais que parecem não ter solução, pode afetar nossa saúde.

Diabetes

Submeter-se ao estresse constante aumenta o risco de diabetes tipo 2 em homens em até 45%, de acordo com um estudo da Universidade de Gotemburgo (Suécia). Assim, Masuma Novak e seus colegas sugerem que o estresse excessivo deve ser considerado como uma causa evitável da falta de resposta à insulina.

Demência

Se você vive cronicamente estressado aos quarenta anos, seu cérebro envelhecerá pior e você estará mais propenso a desenvolver demência.

Muito barulho

As mulheres que sofrem de estresse continuamente podem sofrer com a hipersensibilidade aos sons, de tal forma que uma conversa normal com uma intensidade em torno de 60 decibéis pode ser irritante e até dolorosa para os ouvidos.

Coceira

O stress pode ativar células do sistema imune na pele, causando ou acentuando doenças inflamatórias da pele, gerando coceiras, de acordo com um estudo da Universidade de Medicina de Berlim, publicado pela American Journal of Patologia.

Infecções

As células imunes de pessoas sob stress crônico são incapazes de responder aos sinais hormonais que normalmente regulam a inflamação e, por consequência, são mais propensas a sofrer de resfriados, tal como demonstrado numa experiência recente realizada na Universidade Carnegie Mellon. Além disso, o estresse altera o equilíbrio das bactérias que vivem no sistema digestivo, tornando a pessoa mais sensível às doenças inflamatórias intestinais.

Decisões diferentes

O estresse modifica a maneira pela qual as decisões são tomadas, alterando a forma como as pessoas avaliam as vantagens e desvantagens de cada opção, como constatou-se em um estudo publicado na Current Directions in Psychological Science. Em particular, as pessoas estressadas se concentram mais no positivo, nas recompensas e ignoram os riscos.

Colesterol

De acordo com um estudo espanhol que publicado pela revista Scandinavian Journal of Public Health, os trabalhadores com estresse no trabalho são mais propensos a sofrer com níveis anormalmente elevados de LDL (mau colesterol) e baixos níveis de colesterol HDL (colesterol bom). Além disso, em suas artérias há um maior acúmulo de placa ateromatosa (devido aos depósitos de lipídios), que pode acabar as obstruindo e causando problemas cardiovasculares.

Pior na cidade

As pessoas que nasceram e vivem em áreas urbanas apresentam um risco maior de sofrerem de ansiedade e problemas de estresse. Varreduras cerebrais com ressonância magnética revelaram que os habitantes das cidades têm uma resposta maior ao estresse na amígdala, a área do cérebro que controla as emoções e o humor.

 

Autor: João Santos

Autor convidado para postar conteúdos no site Seu Curioso.

Veja mais

mulher segurando copo de urina

Usos estranhos da urina ao longo da história

Se há algo que todos nós fazemos é urinar várias vezes ao dia. Aquele líquido amarelado …

Google

Dados curiosos sobre o Google

1.  Um pequeno erro de cálculo do Yahoo Em 1997, o Yahoo rejeitou a possibilidade de …