O satélite europeu, INTEGRAL, do Observatório Espacial da ESA, detectou um buraco negro que engoliu um planeta-gigante, situado no centro da galáxia NCG 4845 a 47 milhões de anos-luz da Via Láctea.