Revisão | Karakai Jouzu no Takagi-san 3 – Capítulo 1

Esta análise de Karakai jouzu no Takagi-san 3 contém spoilers. Se você não viu o capítulo, recomendamos que você o faça e depois volte para ler a resenha.

©SY,S/TKG 2022

Resumo do Capítulo 1

Férias são para sonhar, Nishikata e Takagi sabem disso. Nishikata sonha sua vida rotineira na escola querendo vencer Takagi, desta vez com a coisa da força de preensão, mas ele é derrotado por ter a mão de Takagi segurada e tudo sai do controle em um sonho irreverente onde Takagi está presente. Como são férias de verão, bronzear nunca é demais e se não houver possibilidade de encontro, eu acredito neles, então as duas crianças se vêem e se encaram, embora se encontre a resposta vitoriosa, ele não diz isso por vergonha; Por outro lado, seus amigos fazem suas coisas, mas relacionadas ao bronzeado da pele. Acordar cedo para ir à escola é importante, Takagi sabe disso e aproveita para ir junto com sua amada Nishikata, que a desafia e pela primeira vez a sonhadora Takagi aceita sua derrota, que não foi assim porque ela acordou. Agora um novo semestre irá encontrá-los e… o amor deles irá florescer?

Opinião do Capítulo

Finalmente, FINALMENTE! O anime que purifica minha alma finalmente chegou, e com certeza milhares mais. Nosso querido cabeçudo, mestre das brincadeiras e desafios (qual será o QI de Takagi?) está de volta. Esse é um anime muito especial para mim, embora eu não consiga mais vê-lo da mesma forma por vários motivos, mas isso não me impede de ter um carinho especial por ele. Ainda assim, se houver algum erro, eu lhe direi. Mas antes deste primeiro capítulo não tenho do que reclamar, é o ritmo ao qual estamos acostumados, embora tenha sido mais frenético para a primeira parte. Foi um bom começo de capítulo.

Em relação à abertura, não desgosto ou gosto muito, gostei mais da abertura da temporada anterior, mas para mim é aceitável. Quanto ao conteúdo, há algumas referências, como o primeiro confronto entre os protagonistas. O mais seguro é que o final mostrado não é o único, mas existem vários, que cumprem sua função de fechamento. A propósito, todos os finais foram interpretados pela voz de Takagi, Rie Takahashi. E bem, para “falar” sobre o que foi visto, continue lendo.

©SY,S/TKG 2022

A coisa da força de aderência

Para ser honesto, também não sei como se chama esse artefato. O capítulo começa muito normal, como se tudo estivesse normal, como se nada tivesse mudado: Takagi e Nishikata na escola, tendo um desafio auto-imposto pelo segundo, que também perde e ela, com sua astúcia, estende a mão para pedir a ele ‘aquela coisa’ e Nishikata aperta sua mão e então tudo vai para uma daquelas viagens dos sonhos. A tranquilidade foi perturbada por toda a jornada dos sonhos de Nishikata, que me fascinou. Não sei se essa parte era uma referência ao Paprika, mas parecia, de um jeito muito bom. Como as coisas foram alteradas, alteradas e o que parecia ser realmente não foi, porém havia um objetivo claro: encontrar Takagi (que apareceu em sua versão de vaca, que me deu vida). Finalmente o menino acorda.

O que eu gostei nisso é a continuidade, porque quando Nishikata acorda ele pensa se o festival não foi um sonho, ele vê a máscara e lembra que não era, se acalmando. Portanto, há continuidade e possivelmente um avanço no romance infantil dos protagonistas, talvez lento, mas desenvolvendo-o mais. E, se os sonhos têm interpretações, esse sonho parece significar a aceitação inconsciente de Nishikata de como ele se sente sobre Takagi, procurá-la no sonho (como em Eternal Sunshine) e ficar aliviado ao saber que o festival não foi sonhado prova isso.

©SY,S/TKG 2022

bronzeado

Você sai no verão? É verão no meu país, mas não tenho saído muito, então não tenho o bronzeado alaranjado de Nishikata e seus amigos. Essa parte foi mais típica, só que o que aconteceu entre os protagonistas já vai um pouco além, pois a tensão romântica entre os dois é perceptível, além disso eles sabem que seus passeios não são apenas passeios, há algo mais ali. O desafio dessa vez foi simples, adivinhem o motivo pelo qual Takagi mandou ele conhecer, no final Nishikata tem a resposta, só que ele não fala (típico menino que esconde seus sentimentos ou tem vergonha de dizer), Takagi só queria para vê-lo. Que fofo.

Por outro lado, os amigos costumam ter seu próprio subcapítulo, mas desta vez eles apareceram ao mesmo tempo nesta seção, porque o tema era o mesmo. A rotina deles não mudou nem um pouco, Yukari, Mina e Sanae continuam as mesmas. A coisa realmente triste desse capítulo foi Kimura (um herói sem capa, temos que admitir) e Takao, porque eles acabam dizendo que estão tristes e que suas vidas estão vazias. Este é o início de uma mudança para ambos?

©SY,S/TKG 2022

novo semestre

Retorno das aulas (já voltaram as aulas presenciais? Que inveja), um novo semestre juntos. Desta vez é Takagi quem sonha, o incrível é que ele sonha com sua derrota, observando que Takagi só pode ser derrotado por Takagi. Um desafio simples, onde ela teve que se surpreender com a caixa surpresa feita por sua rival. Primeiro, Nishikata aprecia Takagi demais para se dar ao trabalho, porque no final de sua vida “real” ele o faz. Segundo, a testazinha aprecia esse detalhe, só que a surpresa dela é interna. Mas essa parte nos deixa vislumbrar algo, Takagi só mostrará sua surpresa se Nishikata confessar, então ele acorda, sorri e pede que isso aconteça logo. Os dias normais voltam, as brincadeiras e desafios vão continuar, mas com a adição de um romance já em construção. Quanto tempo isso vai durar? Vamos ver.

Bom começo, divertido e com partes bem nani!!!!, mas cumpre sua função. Embora o típico seja mostrado, já há mais construção e um fundo que nos fará curtir o anime com igual intensidade. Isso espero.

©SY,S/TKG 2022

You may also like...