Categorias
Animes e mangás

Otaku treme! Crunchyroll remove sua opção gratuita com anúncios

Faltam poucos dias para a temporada de inverno 2022, então a famosa plataforma de streaming Crunchyroll já anunciou as séries que farão parte de seu catálogo durante a primavera de 2022. No entanto, essa não é a única novidade que o site tem para seus usuários, pois também confirmou que a oferta de transmissões simultâneas com publicidade foi eliminada.

Por meio de um artigo colocado em sua seção de perguntas frequentes, a empresa revelou as mudanças que serão feitas em relação aos anúncios que são colocados nos capítulos de sua versão gratuita.

Conforme expresso por Crunchyrollcom a temporada primavera 2022, eles não vão mais oferecer aos fãs os episódios mais recentes da série com publicidade, então os programas que ainda estão no ar não terão essa opção para seus próximos capítulos.

Além disso, animes que são transmitidos nesta nova parte do ano também não estarão disponíveis nesta versão, exceto por oito séries que serão lançadas nos próximos dias. Por outro lado, essas produções selecionadas farão parte da seção Season Samples, que permitirá aos usuários desfrutar dos 3 primeiros capítulos simultaneamente para todos os usuários e com publicidade.

Animes que terão uma amostra sazonal no Crunchyroll

Spy x Family””Kakko no Iinazuke””Mahoutsukai Reimeiki””Tomodachi Game””Gaikotsu Kishi-sama, Tadaima Isekai e Odekake-chu””Kawaii dake ja Nai Shikimori-san””Shojou Saikyou no Daimaou, Murabito A ni Tensei suru””Otome Sekai wa Mobu ni Kibishii Sekai Desu”

Essas séries serão habilitadas gratuitamente no Crunchyroll até 31 de maio. Após esse período, os fãs terão que adquirir uma conta premium para continuar curtindo esses e outros episódios da série.

“Queremos encorajar o maior número possível de fãs a explorar novas séries e descobrir todos os benefícios do acesso premium ao Crunchyroll. A Crunchyroll oferece centenas de horas de conteúdo para visualização gratuita por meio de nosso nível de acesso baseado em anúncios e continuaremos a oferecer conteúdo gratuito no futuro.”